Bar Hoegaarden Greehouse HGE

Respiro Urbano

Localizado em uma região marcada pela diversidade e em constante desenvolvimento e movimento, o bar surge como um respiro urbano. O espaço é moldado e pensado com o conceito coletivo, no qual diferentes experiências sensoriais são compartilhadas. É um convite de pausa e reconexão em meio à correria diária dentro de uma cidade grande

Baseado em estruturas vernaculares de viveiros (Greenhouses), o volume exterior (átrio) de madeira, ao mesmo tempo que permite a entrada de luz de forma difusa (brise horizontal), funciona como uma área de transição entre o passeio e o bar. Para incorporar diferentes sensações em relação ao espaço, após o acesso pelo átrio de entrada, percorre-se uma curta “trilha” até o saguão principal, um lugar com pé-direito alto, bem iluminado e cercado de natureza. Já o jardim externo é uma extensão do espaço e, além de integrar visualmente os dois ambientes, oferece à cidade uma nova praça, proporcionando sombra e cerveja fresca aos usuários.

Com 360m², capacidade para 200 pessoas e projeto paisagístico com 264 plantas de 38 espécies, o espaço se torna convidativo para as pessoas se desligarem da correria diária e aproveitarem um local cercado pela natureza.

O terreno original era composto por dois lotes: um galpão construído e um estacionamento. No galpão, toda estrutura foi exposta com a intenção de trazer mais iluminação e ventilação dentro da área coberta. No antigo estacionamento, foi proposto o “jardim” que além da grande quantidade de plantas, conta com um piso drenante para preservar a permeabilidade do solo. A integração dos lotes foi feita por meio da fachada, que unificou o acesso ao espaço e um volume novo construído ao fundo do terreno que serve de apoio e serviço ao bar.

Na área externa, foi pensado layout adaptativo, onde os espaços de permanência podem ser facilmente desmontados para atender diferentes propostas de uso. Dois bancos fixos auxiliam na setorização do jardim e o restante do mobiliário pode ser reorganizado para pessoas sozinhas ou grupos apenas encostando mais uma mesinha ou juntando e separando as cadeiras e até mesmo poltronas leves e de fácil mobilidade. Banquinhos e mesinhas se fundem nas suas funções e apoios nas árvores e nos muros garantem a informalidade. Em parceria com alguns artistas/artesões foram pensadas peças exclusivas que intensificam as sensações como os papeis de parede, mesas compartilhadas de madeira e as mesinhas de resina sempre evidenciando o viés botânico.

Ficha técnica

Fotos: Maira Acayaba

Construtora: Edifisa engenharia e construção

Projeto paisagístico: Teco Paisagismo

Projeto de estrutura de madeira: Carpinteria e Rewood (execução)

Projeto luminotécnico: Auma Estúdio

Comunicação Visual:  Fechado para jantar

Lambe-Lambe: Gabriel Ribeiro

Mesas de Resina: Babi Vieira

Mesas e bancos de Madeira sob medida: Soul & Handcrafted

HGE-GIF-W

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-3

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-5

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-8

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-10

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-11

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-13

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-15

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-17

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-20

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-21

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-25

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-38

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-40

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-48

CAPA-1

HOEGAARDEN GREENHOUSE - METAMOORFOSE STUDIO-4